Às 15:10 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones subia 1,10% para 34.865,36 pontos e o Nasdaq avançava 1,46% para 15.762,78 pontos.

O índice alargado S&P 500 ganhava 1,17% para 4.619,88 pontos.

A bolsa nova-iorquina mostrava algum otimismo nestes primeiros minutos, depois das vendas que marcaram a sessão anterior, que terminou em baixa, devido aos receios quanto ao impacto da variante Ómicron e às perspetivas de uma alteração na política monetária.

O presidente do banco central norte-americano, Jerome Powell, considerou na terça-feira que chegou o momento de deixar de falar de uma inflação "temporária" nos Estados Unidos.

Após ter repetido durante meses que o aumento dos preços não deveria prolongar-se e seria "temporário", Powell considerou perante a comissão de Assuntos Bancários do Senado que "chegou provavelmente o momento de deixar de utilizar essa palavra" e que "os riscos de uma inflação mais persistente aumentaram".

O aumento de preços nos Estados Unidos é o mais alto em 31 anos e a inflação anual acelerou em outubro para 5%, segundo o índice PCE do Departamento do Comércio.

Esse nível de inflação pode justificar uma redução mais rápida dos estímulos monetários, reconheceu o líder da Reserva Federal (Fed).

"Nesta altura, a economia está muito forte e as pressões inflacionistas são elevadas e, portanto, é apropriado, na minha opinião, considerar concluir alguns meses antes (do previsto) a redução das nossas compras de ativos", afirmou.

Entre as 30 cotadas do Dow Jones, os maiores ganhos eram da Travelers (2,07%) e da American Express (2,05%).

Nas descidas, destacava-se a tecnológica Salesforce, que perdia 5,30%, apesar dos bons resultados trimestrais. No entanto, apresentou previsões de negócio que dececionaram.

Nos outros mercados, o petróleo do Texas baixava para 67,32 dólares o barril e o rendimento das obrigações do Tesouro norte-americano a 10 anos seguiam a 1,48%.

EO // CSJ

Lusa/fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.