Dos 17 jogadores com quatro presenças após o Euro2016, o 'capitão' da seleção das 'quinas', de 36 anos, era um dos quatro em atividade, mas o único que tinha sido escolhido para representar a sua seleção na 16.ª edição.

Ao ser escolhido para o primeiro 'onze' português, Ronaldo fez história em Budapeste ao apito inicial, ele que é também o futebolista com mais jogos em fases finais, cumprindo hoje o 22.º, e o 'rei' dos marcadores, com nove golos, para já ainda a par do francês Michel Platini.

O jogador da Juventus esteve em todos os Europeus desde 2004, tal como Zlatan Ibrahimovic, que decidiu regressar à seleção sueca este ano, mas falhou o Euro2020 devido a lesão.

Ibrahimovic, avançado do AC Milan de 39 anos, não vai, assim, poder chegar às cinco fases finais, marco que também não será alcançado pelo guarda-redes italiano Gianluigi Buffon, de 43 anos, e o avançado alemão Lukas Podolski, de 36, que há muito deixaram as respetivas seleções.

Ainda 'miúdo', com 19 anos, Cristiano Ronaldo foi chamado para o Euro2004 pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, que o utilizou como suplente utilizado nos dois primeiros encontros e o promoveu à titularidade, que não mais perdeu, ao terceiro jogo.

O técnico 'canarinho' voltou a chamá-lo para o Europeu de 2008, ao qual chegou depois de se sagrar campeão europeu de clubes pelo Manchester United e numa altura em que já era mais do que indiscutível no 'onze' luso.

Desta forma, e já jogador do Real Madrid, foi, obviamente, chamado para o Euro2012, por Paulo Bento, e para o Euro2016, por Fernando Santos, que voltou a chamar o agora jogador da 'Juve' para o Euro2020, adiado para 2021 devido á pandemia da covid-19.

A cumprir a quinta participação em fases finais do Europeu, Cristiano Ronaldo só falhou, desde 2004, um dos 23 encontros -- incluindo o de hoje - de Portugal, o desaire com a Suíça (0-2), na terceira jornada da fase de grupos da edição de 2008.

No jogo de hoje, Pepe vai jogar, por seu lado, numa quarta fase final consecutiva, pois não falha nenhuma desde 2008, algo que o suplente João Moutinho também pode vir a conseguir, se, entretanto, foi lançado por Fernando Santos.

- Jogadores com mais presenças em Europeus:
5 presenças
 Cristiano Ronaldo, Por                 2004, 2008, 2012, 2016, 2020
4 presenças
 Lothar Matthäus, RFA/Ale                    1980, 1984, 1988, 2000
 Peter Schmeichel, Din                  1988, 1992, 1996, 2000
 Alessandro Del Piero, Ita                   1996, 2000, 2004, 2008
 Edwin van der Sar, Hol                 1996, 2000, 2004, 2008
 Lilian Thuram, Fra                     1996, 2000, 2004, 2008
 Olof Mellberg, Sue                     2000, 2004, 2008, 2012
 Andreas Isaksson, Sue                  2004, 2008, 2012, 2016
 Bastian Schweinsteiger, Ale            2004, 2008, 2012, 2016
 Darijo Srna, Cro                       2004, 2008, 2012, 2016
 Gianluigi Buffon, Ita                  2004, 2008, 2012, 2016
 Jaroslav Plasil, Che                        2004, 2008, 2012, 2016
 Kim Källström, Sue                     2004, 2008, 2012, 2016
 Lukas Podolski, Ale                         2004, 2008, 2012, 2016
 Petr Cech, Che                              2004, 2008, 2012, 2016
 Zlatan Ibrahimovic, Sue                2004, 2008, 2012, 2016
 Tomás Rosicky, Che                     2000, 2004, 2012, 2016
 Giorgio Chiellini, Ita                 2008, 2012, 2016, 2020
 Luka Modric, Cro                       2008, 2012, 2016, 2020
 Pepe, Por                                   2008, 2012, 2016, 2020

PFO // PFO

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.