Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o total acumulado de casos de infeção no continente desde o início da pandemia é agora de 8.230.065.

A África Austral continua a ser a região mais afetada do continente, com 3.866.193 casos e 108.613 óbitos associados à covid-19. Nesta região, encontra-se o país mais atingido pela pandemia, a África do Sul, que contabiliza 2.894.342 casos e 86.967 mortes.

O Norte de África, que sucede à África Austral nos números da covid-19, atingiu hoje 2.506.422 contágios pelo vírus SARS-CoV-2 e 67.071 mortes associadas à covid-19.

A África Oriental contabiliza 977.707 infeções e 20.840 mortos, e a região da África Ocidental regista 643.268 casos de infeção e 9.434 mortes. A África Central é a que tem menos casos de infeção e de mortes: 236.475 e 3.330 respetivamente.

A Tunísia, o segundo país africano com mais vítimas mortais a seguir à África do Sul, regista 24.676 mortes e 703.059 infetados, seguindo-se o Egito, com 17.110 óbitos e 300.278 casos, e Marrocos, que contabiliza o segundo maior número de infeções em todo o continente, 927.127 casos, mas menos mortes do que os dois países anteriores, 14.102 óbitos associados à doença.

Entre os países mais afetados estão também a Argélia, com 5.758 óbitos e 202.449 pessoas infetadas, a Etiópia, com 5.3311 vítimas mortais e 339.658 infeções, e o Quénia, com 5.082 mortes associadas à doença e 248.069 contágios acumulados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique contabiliza 1.908 mortes associadas à doença e 150.439 infetados acumulados desde o início da pandemia, seguindo-se Angola (1.471 óbitos e 54.280 casos), Cabo Verde (334 mortes e 37.355 infeções), Guiné Equatorial (142 óbitos e 11.806 casos), Guiné-Bissau (135 mortos e 6.099 infetados) e São Tomé e Príncipe (47 óbitos e 3.295 infeções).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

AH // JNM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.