A contribuir para este resultado esteve o aumento homólogo em 1.618,8 milhões de euros da receita efetiva, acima da subida da despesa efetiva, no valor de 1.060,4 milhões de euros.

No total a receita efetiva ascendeu a 26.016,0 milhões de euros até outubro, o que traduz uma subida homóloga de 6,6%. Já a despesa efetiva totalizou 25.156,5 milhões de euros nestes primeiros dez meses de 2021, valor que reflete uma subida de 4,4% face ao mesmo período do ano passado.

A informação hoje divulgada pela DGO revela que o défice das contas públicas nacionais melhorou 650 milhões de euros (ME) até outubro face ao mesmo mês de 2020, totalizando 6.673 milhões de euros.

LT // EA

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.