Na apresentação do plano estratégico 2021-24, a empresa liderada por Rodrigo Costa anunciou um "aumento de 45% do CAPEX médio anual (doméstico e internacional), comparativamente ao período 2018--2020, ultrapassando os 900 milhões de euros até 2024".

Em média nos últimos três anos, a empresa gestora das redes energéticas (eletricidade e gás natural) investiu 156 milhões de euros (maioritariamente em Portugal) e agora quer elevar o valor para entre 190 e 220 milhões de euros.

De acordo com o comunicado da REN - Redes Energéticas Nacionais, o investimento nos próximos anos "será feito na ligação à rede de projetos de energia renovável, no reforço da qualidade e resiliência da atual rede e na preparação da compatibilização da rede de gás com a injeção de gases de origem renovável, nomeadamente o hidrogénio".

JNM // MSF

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.