O quinto cabeça de série, semifinalista de Roland Garros em 2018, precisou de apenas dois 'sets' para levar de vencida o 'qualifier' gaulês, por duplo 6-3, ao cabo de uma hora e 25 minutos de encontro e conquistar o seu sexto título 'challenger'.

"Estou muito feliz por ter conquistado este título depois de tanto tempo. É muito importante, porque tem sido um ano duro, em que comecei com uma lesão e uma paragem de três meses. Joguei muitos encontros sem confiança, mas esta semana joguei muito bom ténis e não perdi nenhum 'set'. Estou feliz, porque senti-me bem em 'court' desde a primeira ronda", explicou Cecchinato, de 29 anos.

Depois de ter figurado no 16.º lugar no 'ranking' ATP em 2019, Marco Cecchinato caiu na hierarquia para a 137.ª posição, procurando agora recuperar o seu melhor nível competitivo e o regresso à elite do ténis mundial.

"Quero voltar ao 'top 100' mundial e é essa a minha motivação", confessou o novo campeão do Lisboa Belém Open.

SRYS // AMG

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.