Em conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, António Costa adiantou que o governo já tem o fornecimento de vacinas pediátricas contratualizado com a farmacêutica Pfizer e que garante a cobertura das mais de 600 mil crianças nesta faixa etária.

"Estaremos preparados para vacinar as 637.907 crianças que são elegíveis, estando já contratualizado com a Pfizer o calendário de fornecimentos, que começarão a chegar a Portugal no dia 20 de dezembro, tendo em vista garantir o aprovisionamento necessário das vacinas pediátricas -- que são distintas. No dia 20 de dezembro está contratada a chegada do primeiro lote de 300 mil vacinas e durante o mês de janeiro chegarão mais 462 mil", disse.

O primeiro-ministro realçou que essa medida carece ainda da validação da Comissão Técnica de Vacinação "na próxima semana", embora tenha reiterado a importância de existirem antecipadamente as "condições necessárias" para esse processo, relembrando a recomendação da Agência Europeia do Medicamento (EMA).

António Costa esclareceu ainda que a eventual vacinação das crianças deve respeitar "a vontade dos pais" e resultar de um "diálogo informado" entre pais e médicos.

JGO // JMR

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.