Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average recuou 0,15%, para os 30.483,13 pontos, o tecnológico Nasdaq perdeu ourto tanto, para as 11.053,017 unidades, e o alargado S&P00 desvalorizou 0,13%, para as 3.759,89.

"Os investidores estiveram hesitantes hoje", reagiu Angelos Kourkafas, da Edward Jones, "o que não é de estranhar, porque a história que se conta não mudou".

Depois de abrirem em baixa, os índices tinham recuperado ao longo do dia, antes de fraquejarem.

"Globalmente, o facto de se ter acabado o dia sem pedre parte significativa dos ganhos conseguidos ontem (terça-feira) é uma vitória", considerou Art Hogan, de National Securities.

Boa parte do dia foi ocupada pela audição do presidente da Reserva Federal (Fred), Jerome Powell, na comissão senatorial da Banca.

Powell repetiu a sua determinação de combater a inflação, mas admitiu que uma recessão, resultante do endurecimento monetário da Fed, era "uma possibilidade".

Mas Powell garantiu aos senadores que "não queria provocar uma recessão, que não faz qualquer falta", adiantando que, "antes de tudo, é absolutamente essencial garantir a estabilidade dos preços, que vai beneficiar o mercado de trabalho".

Ao comentar, Hogan disse: "Não penso que Powell tenha dito qualquer novidade, o que é o caso, com frequência, durante estas audições no Congresso, portanto, amanhã (quinta-feira) deve ser o mesmo".

Depois de hoje ter estado no Senado, Powell vai ser ouvido na quinta-feira na Câmara dos Representantes.

"O facto de os valores cíclicos e o setor da energia estarem todos em baixa, assinala, na minha opinião, que os investidores estão inquietos quanto ao crescimento, à medida que se manifestam os riscos de recessão", desenvolveu Angelos Kourkafas.

RN // RBF

Lusa/fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.