"Estima-se que a TAP contribua com mais de 10.000 milhões de euros para o PIB português até 2030", avançou Christine Ourmières-Widener, durante a sua intervenção na comissão parlamentar eventual para o acompanhamento da aplicação das medidas de resposta à pandemia da doença covid-19 e do processo de recuperação económica e social.

Segundo a responsável, os dados fazem parte das conclusões de um estudo realizado a pedido da companhia aérea, sem especificar a autoria da análise.

A responsável francesa foi hoje ouvida pelos deputados daquela comissão, numa sessão em inglês, com a presença de um tradutor, naquele que foi o primeiro ato público de Christine Ourmie`res-Widener, que assumiu o cargo em 25 de junho, substituindo Ramiro Sequeira, que assumiu a presidência executiva interinamente depois da saída de Antonoaldo Neves.

A engenheira aeronáutica francesa de 56 anos tem em mãos a tarefa de executar o plano de reestruturação da companhia aérea, proposto à Comissão Europeia em dezembro do ano passado, mas que ainda não recebeu 'luz verde'.

Na mesma ocasião, Christine Ourmie`res-Widener adiantou também que o despedimento coletivo que a empresa está a levar a cabo vai abranger 78 trabalhadores, abaixo dos 124 previstos, após a adesão às medidas de rescisão voluntária.

MPE // MSF

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.