"Em 2020, o resultado líquido consolidado do MGAM [Montepio Geral Associação Mutualista] foi negativo, em -86 milhões de euros, valor muito superior aos -18 milhões de euros registados em base individual", lê-se no Relatório e Contas Consolidadas de 2020, disponibilizado hoje no 'site' da mutualista e que vai ser votado em Assembleia Geral Extraordinária no próximo dia 30.

Segundo a mensagem do presidente da mutualista, Virgílio Lima, tal deveu-se, "sobretudo, aos efeitos extraordinários do contexto pandémico nos resultados consolidados do Banco Montepio, que atingiram -81 milhões de euros, designadamente, por via dos montantes extraordinários de imparidades de crédito constituídas, entre outros efeitos adversos".

Considerando o resultado líquido do exercício atribuível ao MGAM, o prejuízo ascende aos 89 milhões de euros em 2020, o que compara com seis milhões de euros de lucro no ano anterior.

As eleições para a Associação Mutualista Montepio Geral, previstas para a primeira quinzena de dezembro, deverão contar com quatro listas concorrentes, sendo uma liderada pelo presidente Virgílio Lima e três de oposição à atual gestão.

PD // JNM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.