O português cumpriu a prova em 1.44,06 minutos, a 1,61 segundos do checo Josef Dostal, que bateu o australiano Jean Westhuyzen por 1,12.

Pimenta tem exatamente uma hora e três minutos entre a largada da final dos 500 para a dos 1.000 metros, na qual terá a responsabilidade de defender o título mundial obtido em 2021, duas semanas após o bronze olímpico em Tóquio2020.

No domingo, Pimenta tem ainda a final, direta, do K1 5.000 metros e do K2 500 misto, com Teresa Portela, nenhuma das provas integrantes do programa olímpico.

Esta é a segunda medalha para Portugal nos mundiais que decorrem no Canadá, depois do bronze de Norberto Mourão na classe adaptada VL2.

RBA // MO

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.