O anúncio, na rede social X (antigo Twitter), foi feito na Reunião Ministerial das Nações Unidas para as Missões de Manutenção da Paz, que decorre em Acra, no Gana, a primeira do género no continente africano.

A missão da Minusca é apoiar a comunidade internacional na reforma do setor de segurança do Estado, contribuindo para a segurança e estabilização do país.

Portugal integra a Minusca desde 2017, no que é o mais importante envolvimento nacional em operações de paz, segundo o Governo português.

Segundo a página na Internet do Ministério da Defesa português, Portugal mantém 225 efetivos militares e 45 meios, sendo o 7.º país europeu com mais "capacetes azuis".

EL // MLL

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.