A proposta para a reposição da "normal regulação e fiscalização" do estacionamento foi aprovada na terça-feira pela Assembleia Municipal de Lisboa.

De acordo com a proposta, subscrita pelo vereador da Mobilidade, Miguel Gaspar, que já tinha sido aprovada no início do mês pelo executivo da câmara, "com o retomar gradual da atividade económica na cidade de Lisboa, verifica-se também o aumento da pressão sobre o estacionamento e espaço público da cidade, sendo por isso necessário garantir a normal regulação e fiscalização do estacionamento e da utilização do espaço público da cidade".

O documento prevê, igualmente, a reposição "das normais condições tarifárias de operação dos parques" da EMEL.

O município, presidido por Fernando Medina (PS), argumenta na proposta que é necessário "garantir adequadas condições de fruição dos passeios, boas condições de circulação, melhoria das condições do estacionamento, funcionamento do estacionamento de rotação, no fundo verem-se asseguradas de forma plena as opções de ordenamento de estacionamento da cidade de Lisboa, sendo já notadas a degradação destas condições de funcionamento em zonas de maior pressão".

A suspensão pagamento do estacionamento na via pública tarifado pela EMEL estava em vigor desde 25 de janeiro, devido ao confinamento decretado pelo Governo devido à pandemia de covid-19.

VAM // MCL

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.