O contingente de tropas dos Estados Unidos da América (EUA) será composto por 240 militares equipados com armas, munições, dispositivos óticos e sensores, entre outros, para a realização dos exercícios, conforme o decreto do Presidente brasileiro.

As ações de "treino combinado" entre os dois exércitos terão lugar na região do Vale do Paraíba, entre os estados do Rio de Janeiro e São Paulo, no sudeste do Brasil.

Esta será a segunda experiência entre as forças militares dos dois países no âmbito da iniciativa CORE (Operações Combinadas e Exercícios de Rotação, na sigla em inglês), que as partes firmaram em outubro de 2020 para "aumentar a interoperabilidade" entre os seus exércitos.

A iniciativa CORE faz parte do acordo de cooperação bilateral em matéria de defesa que o Brasil e os EUA assinaram em 2010 e que só foi promulgado cinco anos depois pelo país sul-americano.

O primeiro treino conjunto aconteceu em Fort Polk, no estado norte-americano do Louisiana, entre janeiro e março deste ano.

Este tipo de exercício militar entre Brasil e Estados Unidos está previsto que se realize até, pelo menos, 2028.

MYMM // LFS

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.