"Sombra" integra a secção "Spectrum: Alternatives", juntamente com 12 outros filmes, como "Broken", de Lawrence Fajardo, "Magic Mountains", de Urszula Antoniak, e "The Night Doctor", de Elie Wajman.

A 24.ª edição do festival de Xangai decorrerá de 11 a 20 de junho e do programa fazem parte ainda tributos ao compositor italiano Ennio Morricone e aos cineastas Chris Marker e Miklós Jancsó.

"Sombra" é a segunda longa-metragem de Bruno Gascon e baseia-se em histórias reais de crianças portuguesas desaparecidas, em particular a do caso do menino Rui Pedro, desaparecido em 1998, aos 11 anos.

"Neste filme conto a história de uma mãe que, apesar de todos os obstáculos que encontra, não aceita desistir de lutar para encontrar o seu filho de 11 anos, que desapareceu de forma misteriosa. O filme segue a história desta mulher e da sua família ao longo de quatro anos diferentes: 1998, 2004, 2011 e 2013", explicou o realizador, na nota de intenções.

Em abril passado, o filme foi distinguido no Festival de Cinema Barcelona - Sant Jordi, em Espanha, onde fez a estreia internacional.

O filme é protagonizado por Ana Moreira, à frente de um elenco com Vítor Norte, Lúcia Moniz, Sara Sampaio, José Raposo, Ana Bustorff, Miguel Borges, Joana Ribeiro, entre outros.

"Sombra" contou com o apoio da Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas, os direitos de distribuição foram adquiridos pela NOS, enquanto a RTP comprou os direitos televisivos.

A estreia nos cinemas esteve para acontecer em 2020, mas acabou por ser adiada para este ano por causa da pandemia de covid-19, ainda sem data confirmada.

Bruno Gascon está atualmente a finalizar a rodagem da longa-metragem "Evadidos".

SS // TDI

Lusa/fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.