O evento vai destacar os setores do turismo, transportes, economia verde (energias renováveis e agronegócios), economia azul (pescas e aquacultura) e economia digital, detalhou o Governo cabo-verdiano, em comunicado.

"Serão também apresentadas informações sobre a melhoria do ambiente de negócios, o plano de privatizações [do Estado], programas de apoio ao setor privado e instrumentos de financiamento através de capital de risco e garantias de crédito", acrescentou.

Um dos participantes no fórum vai ser o ministro do Turismo de Angola, Márcio de Jesus Lopes Daniel, que inicia na terça-feira uma visita de dois dias a Cabo Verde, a convite do seu homólogo cabo-verdiano, Carlos Santos, para reforço das relações.

O ministro angolano vai intervir num painel sobre as oportunidades de cooperação e terá um encontro com o primeiro-ministro cabo-verdiano.

O Fórum de Investimento (designado Cabo Verde Investment Forum) é organizado pela Cabo Verde TradeInvest, entidade pública que promove a captação de investimento estrangeiro para o arquipélago.

Esta é a terceira vez que o evento é realizado no Sal, depois das edições de 2009 e 2022, enquanto as outras edições aconteceram em Boston, no Dubai e em Nova Iorque.

RIPE // APN

Lusa/Fim