"Encontrei-me com Netanyahu ontem à noite e ele reafirmou empenhamento na proposta" de acordo de cessar-fogo, disse Blinken, referindo-se ao plano apresentado pelos Estados Unidos nas Nações Unidas.

O chefe da diplomacia norte-americana qualificou também como "sinal encorajador" a reação do Hamas, que afirmou ter acolhido favoravelmente a resolução do Conselho de Segurança da ONU, apelando a um cessar-fogo na Faixa de Gaza.

A intervenção militar de Israel em Gaza foi desencadeada após o ataque do Hamas contra território israelita e que fez 1.200 mortos, a 07 de outubro do ano passado.

De acordo com o Hamas, a campanha militar de grande escala contra o enclave palestiniano fez mais de 37 mil mortos, a maior parte civis.

PSP // APN

Lusa/fim