"Estou contente por ter recebido hoje a minha primeira dose da AstraZeneca", indica a chanceler alemã, citada numa mensagem na rede social Twitter de Steffen Seibert, que divulga também o certificado de vacinação.

"Agradeço a todos que participam na campanha de vacinação -- e a todos que se vacinam", adianta Merkel, para quem "vacinar-se é a chave para sair da pandemia".

A chanceler, de 66 anos, entra na categoria etária elegível para vacinação com a vacina da farmacêutica anglo-sueca, restringido na Alemanha aos maiores de 60 anos, devido aos raros casos de tromboses registados na Europa.

Até 02 de abril, registaram-se 42 casos de trombose venosa cerebral na Alemanha após vacinação com a AstraZeneca. Em 35 casos tratou-se de mulheres entre os 20 e os 63 anos e oito pessoas morreram.

O ministro das Finanças e candidato social-democrata à chancelaria nas eleições de 26 de setembro, Olaf Scholz, também deve receber hoje uma dose daquela vacina.

O Presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, recebeu uma primeira dose da mesma vacina no início do mês.

Cerca de 15,3 milhões de pessoas já receberam pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus na Alemanha.

Perto de 80.000 pessoas morreram e mais de três milhões foram infetadas com o coronavírus desde o início da pandemia na Alemanha.

A pandemia de covid-19, transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019 na China, provocou pelo menos 2,9 milhões de mortos no mundo, resultantes de mais de 139 milhões de casos de infeção, segundo um balanço da agência France Presse.

 

PAL // FPA

Lusa/fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.