Os resultados do inquérito, realizado a nível mundial com o apoio da Bayer, apontam os principais desafios identificados por médicos e doentes, bem como possíveis soluções, em Portugal, no que respeita à gestão terapêutica das três principais doenças da retina – retinopatia diabética (RD), edema macular diabético (EMD) e degenerescência macular da idade neovascular (DMIn).

Um dos principais resultados a destacar é o facto de todos os médicos oftalmologistas inquiridos concordarem que os tratamentos destas patologias são demasiado frequentes, um aspeto reforçado também pelos doentes com EMD (46%) e RD (44%) e pelos doentes com DMIn (56%) a considerarem importante aumentar o tempo entre tratamentos sem a diminuição da acuidade visual (AV).

No que diz respeito ao EMD e à RD:

  • 44% dos doentes com RD consideram o transporte até à clínica um entrave e os tempos de espera longos;
  • 41% dos doentes com EMD consideram que a perda de visão dificulta o seguimento médico;
  • 38% dos doentes com EMD consideram que outras comorbilidades dificultam o tratamento.

Em relação à DMIn, os principais resultados na perspetiva do doente são:

  • 30% consideram que o transporte até à clínica é um entrave;
  • 29% consideram os tempos de espera longos, sendo difícil reagendar uma consulta quando não podem comparecer à previamente marcada;
  • 42% dos doentes consideram que não receberem uma injeção numa consulta significa que a sua visão está a melhorar.

As oportunidades gerais identificadas pelos doentes destas três patologias são:

  • 92% dos doentes aceitariam realizar mais tratamentos se pudessem preservar a AV;
  • 90% consideram importante a clínica enviar lembretes das consultas;
  • 84% consideram importante que o seu médico discuta proativamente os desafios da doença.

Em Portugal, mais de 1 milhão de pessoas entre os 20 e os 79 anos têm diabetes e destas 300 mil doentes têm retinopatia diabética. A DMI afeta 1 em cada 8 pessoas a partir dos 60 anos.

No que diz respeito ao nosso país, neste inquérito foram envolvidos quatro centro hospitalares e clínicas, o que resultou em 473 questionários respondidos por doentes e profissionais de saúde.

Para mais informações sobre o 66.º Congresso Português de Oftalmologia, organizado pela SPO, consulte: https://spoftalmologia.pt/evento/66o-congresso-portugues-de-oftalmologia/.

Notícia relacionada

“A retinopatia diabética é a principal causa de cegueira em indivíduos em idade ativa em Portugal”

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.