"A próxima etapa natural deve ser a intensificação da cooperação comercial, económica e de investimento, a fim de elevá-la ao nível de um diálogo político bom e confiável", afirmou Sergey Lavrov, citado num comunicado divulgado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.

Salientando que as relações de cooperação entre os dois países farão 50 anos em breve, Sergey Lavror salientou que hoje a Rússia e Guiné-Bissau vão dar um "passo no desenvolvimento do diálogo político" com a assinatura de um memorando de entendimento sobre consultas políticas.

Numa publicação divulgada na rede social Facebook, o Ministério dos Negócios Estrangeiros guineense informou que a ministra iniciou uma visita oficial à Rússia, onde assinou um memorando de entendimento com o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo e "entregou dois importantes instrumentos de cooperação já ratificados pela Guiné-Bissau".

Os instrumentos de cooperação entregues foram o acordo relativo à isenção de vistos para os passaportes diplomáticos e de serviço e o acordo técnico-militar assinado entre os dois países.

MSE // LFS

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.