O índice de preços na produção industrial denotou "uma redução homóloga de 5,2% em agosto, 1,4 pontos percentuais (p.p.) menos intensa do que a observada em julho", avança o INE.

No caso de se excluir a energia, os preços na produção industrial caíram 0,6% no mês de agosto, contra uma subida de 0,1% em julho, o que reflete a "tendência de recuperação" dos preços no setor energético, adianta.

O instituto de estatística refere ainda que os agrupamentos de energia e bens intermédios apresentaram em agosto uma queda homóloga de 18,6% e 5,6%, respetivamente, enquanto no mês anterior as quedas foram de -25,6% e -4,9%, pela mesma ordem, tendo contribuído com menos 4,7 pontos percentuais (p.p.) e com menos 2,1 pontos percentuais (p.p.) para a queda do índice global.

Em julho, realça o INE, os contributos foram de menos 6,7 p.p. e menos 1,8 p.p., respetivamente.

Em termos mensais, a queda do índice agregado foi de 0,6% em agosto deste ano, que compara com a contração de 0,9% em agosto do ano passado, salienta o INE.

JS // JNM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.