O técnico, de 36 anos, que chegou a Vila do Conde no início da última época, cumpriu o objetivo traçado pelo clube de recolocar a equipa no principal escalão nacional, fazendo os responsáveis do Rio Ave manter a confiança no seu trabalho.

A equipa técnica será ainda formada por Nuno Silva (treinador-adjunto), João Ferreira (treinador-adjunto), Vitor Vinha (treinador-adjunto), Augusto Gama (treinador-adjunto), Tiago Louzeiro (preparador-físico), Carlos Braz (treinador de guarda-redes) e Rui Sousa (analista de vídeo).

Esta será a segunda vez que Luís Freire vai treinar uma equipa na I Liga, depois de em 2020/21 ter acompanhado o Nacional da Madeira desde o segundo escalão até principal patamar, embora saindo do emblema madeirense a meio dessa temporada.

Luís Freire, que também se sagrou campeão nacional da II Liga pelo Rio Ave, tem apenas o III nível de treinador, mas graças a uma alteração nos regulamentos da competição, poderá ser inscrito, na próxima época, como técnico principal dos vila-condense, tendo um período de um ano para completar o nível IV.

Apesar da sua juventude, esta será a 11.ª temporada de Luís Freire como treinador principal, com passagens por Ericeirense, Pêro Pinheiro, Mafra, Estoril, Nacional e Rio Ave.

O clube vila-condense começa a preparação da época 2022/23 na segunda-feira, com um primeiro treino e os habituais exames médicos.

Por enquanto, o Rio Ave ainda não apresentou qualquer reforço para a nova temporada.

JPYG // NFO

Lusa/fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.