"Solicito alguma prudência", pediu Diogo Cruz na conferência de imprensa diária no Ministério da Saúde, indicando que se tem assistido "na comunicação social a algum alento pelos números mais baixos" no aumento de casos e mortes provocados pela doença.

O responsável apelou para que se mantenham as medidas de contenção e isolamento social durante o período da Páscoa, que se assinala no fim da semana.

"Não sabemos o dia de amanhã", declarou Diogo Cruz, pedindo a "todos que não abrandem os esforços feitos até agora".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 75 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 345 mortes, mais 34 do que na véspera (+10,9%), e 12.442 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 712 em relação a segunda-feira (+6%).

 

APN // JMR

Lusa/fim