As comunidades, de quatro distritos do Niassa, beneficiaram de consultas médicas, apoio psicossocial, serviços de medicina geral, ação social e vacinação de rotina a crianças até aos 4 anos, através de brigadas móveis de saúde.

O "Projeto de Proteção aos Deslocados Internos, Comunidades Anfitriãs e Pessoas Afetadas pelo Ciclone Tropical Gombe" está a ser implementado pela ActionAid e é financiado pelo Alto-Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), com atividades realizadas entre os meses de julho e dezembro.

"Dos 33.126, há 310 que são beneficiários com necessidades especiais [com deficiência] e 4.298 têm apoio psicossocial", acrescentou.

Segundo o documento, no âmbito do projeto, 251 mulheres deslocadas e das comunidades anfitriãs, devido ao conflito armado em Cabo Delgado, ???????beneficiaram de atividades nos "Espaços Seguros" da ActionAid, que visam "reforçar a proteção de mulheres, raparigas e crianças".

Nos Espaços Seguros são desenvolvidas "ações de aconselhamento, assistência em questões de apoio psicossocial, violência baseada no género", além do encaminhamento dos casos para os serviços apropriados.

Para este ano, prevê-se a continuidade das brigadas móveis de saúde, bem como atividades dos Espaços Seguros e Espaços Amigos da Criança, conclui-se na nota.

LYN // VM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.