Os novos casos positivos foram registados maioritariamente na província de Luanda (37), seguido pelas províncias do Moxico (24), Cunene (21), Huíla (19), Lunda Sul (10), Uíje (sete), Namibe (cinco), Benguela, Cabinda, Zaire (quatro cada) e Bié, Malanje e Lunda Norte com um caso cada.

Segundo o boletim epidemiológico da direção nacional de Saúde Pública angolana, os quatro óbitos, com idades entre 50 e 90 anos, foram registados nas províncias do Cunene, Malanje, Moxico e Huíla.

Nesse período, os laboratórios processaram 2.040 amostras por RT-PCR e o cumulativo aponta para 821.071 amostras processadas com uma taxa de positividade de 5,3%.

As autoridades sanitárias angolanas informam que 154 doentes se encontram internados e em quarentena institucional estão 158 pessoas.

Angola soma agora um total de 43.158 casos, 1.026 óbitos, 2.550 ativos e 39.582 recuperados da doença.

A pandemia de covid-19 fez pelo menos 4.247.231 mortos em todo o mundo, entre mais de 199,5 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço da AFP com base em dados oficiais.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

DYAS // LFS

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.