De acordo com a Direção-Geral da Saúde, Carregal do Sal está entre os dez concelhos com mais de 960 casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Com a ativação do Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil, passa a caber a uma estrutura de coordenação, que funcionará em permanência, "a definição relativa à atuação em fase de emergência e reabilitação, de medidas de minimização ou contenção da propagação da pandemia e seus efeitos", refere um edital publicado na página da Internet do município.

Segundo a autarquia, na sexta-feira, o concelho tinha 125 casos ativos de covid-19.

No início da semana, a Escola Básica Nuno Álvares de Carregal do Sal foi encerrada temporariamente, devido ao aumento do número de casos de covid-19 no concelho, com particular incidência na comunidade escolar.

Nesse âmbito, "a Proteção Civil Municipal, em articulação com o Delegado de Saúde Local, Regional e a Diretora do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal decidiram encerrar temporariamente a Escola Básica Nuno Álvares", explicou, na altura, o presidente da autarquia, Paulo Catalino.

Atendendo à tendência de aumento de casos de infeção no concelho, há uma semana, a Comissão Municipal da Proteção Civil reuniu extraordinariamente e avançou com algumas medidas, como a criação de um gabinete de crise que integra profissionais de saúde, representantes do município e do agrupamento de escolas.

Foi também decidido pedir às empresas, associações e instituições que cancelem todos os convívios de Natal e testar todos os elementos do corpo docente e não docente e os alunos da Escola Básica Nuno Álvares.

Reativar o centro de vacinação nas instalações dos Bombeiros Voluntários, reforçar os recursos humanos no centro de saúde com mais uma médica e mais profissionais e desinfetar os espaços públicos que têm maior afluência foram outras medidas saídas dessa reunião.

AMF // JNM

Lusa/fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.