Luanda, com 275, registou o maior número de novos casos, seguido pelas províncias do Huambo (18), Cabinda (17), Cuanza Sul (10), Malanje (nove), Uíje (sete), Huíla (quatro), Cunene (três), Bengo e Zaire com dois casos cada e Cuando-Cubango e Namibe com um caso.

De acordo com o boletim epidemiológico da entidade sanitária, os oito óbitos, com idades entre 39 e 86 anos, foram reportados em Luanda (oito), Malanje (dois) e Cabinda (um).

Os laboratórios processaram nesse período 2.905 amostras por RT-PCR com uma taxa de positividade de 12%. O cumulativo aponta para 1.056.462 amostras processadas com uma taxa de positividade de 5,95.

Angola, que vive há mais de um ano situação de calamidade, soma no total 62.143 casos positivos, 1.650 óbitos, 50.191 recuperados da doença e 10.302 casos ativos.

A covid-19 provocou pelo menos 4.861.478 mortes em todo o mundo, entre mais de 238,59 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

DYAS // LFS

Lusa/Fim

 

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.