De acordo com o boletim diário de saúde, os novos casos positivos de covid-19 foram registados nas ilhas de São Miguel (776), da Terceira (283), do Pico (61), do Faial (40), de Santa Maria (11), de São Jorge (10), das Flores (cinco) e da Graciosa (quatro), resultantes de 4.604 testes efetuados.

Em São Miguel, foram diagnosticados 310 novos casos positivos no concelho de Ponta Delgada, 284 no concelho da Ribeira Grande, 69 no concelho de Vila Franca, 67 no concelho da Lagoa, 32 no concelho de Nordeste e 14 no concelho da Povoação.

A Terceira registou 217 novos casos positivos no concelho de Angra do Heroísmo e 66 no concelho da Praia da Vitória. 

No Pico, há 28 novos casos positivos no concelho da Madalena, 23 no concelho de São Roque e dez no concelho das Lajes e o Faial registou 40 novos casos, correspondentes ao concelho da Horta. 

Em Santa Maria, há 11 novos casos, que correspondem ao concelho de Vila do Porto, em São Jorge foram registados oito novos casos no concelho de Velas e dois no concelho da Calheta.

Na ilha das Flores, foram registados três novos casos no concelho das Lajes e dois no concelho de Santa Cruz e na Graciosa foram registados quatro novos casos correspondentes ao concelho de Santa Cruz.

Segundo a mesma fonte, à data de hoje estão 50 doentes internados, 35 dos quais no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada (três deles em Unidade de Cuidados Intensivos), 13 no Hospital de Santo Espírito da ilha Terceira (três em Unidade de Cuidados Intensivos) e dois no Hospital da Horta. 

De acordo com a Autoridade de Saúde Regional, nas últimas 24 horas foram registadas 708 recuperações nos Açores.

O arquipélago regista presentemente 7.057 casos positivos ativos, sendo 5.001 em São Miguel, 1.245 na Terceira, 310 no Pico, 299 no Faial, 101 em São Jorge, 41 nas Flores, 36 em Santa Maria e 24 na Graciosa.

Só a ilha do Corvo, a mais pequena dos Açores, não regista atualmente qualquer caso de infeção.

Desde 31 de dezembro de 2020 e até 20 de janeiro corrente, 205.209 pessoas tinham nos Açores a vacinação primária completa (86,8%) da população e 72.582 tinham já recebido a dose de reforço (30,7%).

A covid-19 provocou pelo menos 5,57 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.539 pessoas e foram contabilizados 2.176.256 casos de infeção, segundo a última atualização da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral e, desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta em novembro, tornou-se dominante em vários países, incluindo em Portugal.

 

RF // VM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.