Fernando Medina transmitiu esta posição no discurso de encerramento do debate na especialidade do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), aprovado hoje com os votos favoráveis do PS, a abstenção do Livre, PAN e dos deputados do PSD/Madeira e o voto contra dos restantes partidos.

"Hoje fecha-se o último capítulo de crise política e retomamos o processo regular de governação em Portugal", disse, salientando que "todos os que quiseram dialogar contaram com uma porta aberta".

"Prometemos que seríamos uma maioria de diálogo, somos uma maioria de diálogo", vincou.

AAT/LT/DF // JNM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.