Segundo o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal em Benguela, Vitorino Kotingo, os suspeitos foram detidos em circunstâncias diferentes.

O responsável frisou que a mercadoria, proveniente da Argentina, foi desviada de camiões que saíam do Porto do Lobito.

"Os mesmos encontravam-se na posse de 30 toneladas de milho amarelo e 250 quilogramas de trigo a serem ressacados, prontos a serem escoados para mercados informais", disse Vitorino Kotingo, em declarações à Rádio Nacional de Angola.

O Governo angolano criou no final do ano passado a Reserva Estratégica Alimentar, que prevê a aquisição, armazenamento e distribuição de mais de 520 mil toneladas de produtos alimentares, com o objetivo de regular o mercado e influenciar a baixa de 11 produtos alimentares que integram a cesta básica.

 

NME // VM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.