Só em setembro, contabilizaram-se 5.984 unidades, mais 50,7% do que no mesmo mês de 2021.

De acordo com os dados hoje divulgados pela ACAP, até setembro, as novas matrículas de veículos elétricos ligeiros de passageiros totalizaram 41.936 unidades, um ganho homólogo de 23,1%.

Considerando apenas o mês de setembro, este mercado avançou 49,8% para 5.920 unidades.

"Especificamente observando os veículos 100% elétricos (BEV), em setembro de 2022, registou-se um aumento de 42,7% em comparação com o mesmo mês de 2021, tendo sido matriculados 2.137 ligeiros de passageiros novos", precisou, em comunicado.

No acumulado dos nove meses de 2022, verificou-se uma progressão de 55,5% face ao mesmo período de 2021, com 12.192 veículos totalmente elétricos matriculados.

Por sua vez, o mercado de veículos ligeiros de mercadorias, que inclui os elétricos 'plug-in' e híbridos elétricos, foi o que apresentou uma maior evolução, mais do que triplicando (224,5%) o número de unidades, em comparação com o mesmo período de 2021, para 516.

No nono mês do corrente ano, foram matriculadas 64 unidades neste mercado, novamente mais do que triplicando (236,8%) face ao mês homólogo.

"Quanto ao mercado de veículos pesados, o qual engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, no mês de setembro de 2022 não se verificou qualquer tipo de variação uma vez que não foram matriculados veículos elétricos", referiu.

Já até setembro, foi apenas matriculado um veículo pesado elétrico, o que se traduziu numa queda de 66,7%, em comparação com 2021.

PE // JNM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.