O parque, aberto na semana passada dentro de um campo de futebol num bairro de Bissau, é a ajuda que os irmãos chineses entendem dar às crianças da Guiné-Bissau para que deixem de sonhar com algo que só poderiam encontrar na Europa ou na China, disse à Lusa Ko, 37 anos.

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.