Após golear a Inglaterra, por 11-0, na estreia, e a França, por 9-1, no primeiro jogo mais exigente as lusas sentiram muitas dificuldades ante as transalpinas, que tinham ganho à França (3-0) e perdido claramente com a Espanha (6-0).

Logo ao terceiro minuto, Erica Ghirardello avançou em 'slalom' e atirou forte para golo, o único no primeiro tempo, muito por culpa da guarda-redes transalpina, em excelente plano, até a negar o golo a Ana Catarina, primeiro em livre direto e depois em penalti.

Os 73% de posse de bola e 27-15 em remates revelavam um domínio infrutífero das portuguesas, pouco eficazes.

Ana Catarina quebrou o enguiço ao igualar, de penálti, ao terceiro minuto da etapa complementar e a reviravolta chegou pouco depois, com Raquel Santos a finalizar quando as adversárias estavam reduzidas, temporariamente, a três jogadoras de campo.

Maria Sofia Silva falhou também um livre direto e a Itália empataria pouco depois, aos 43 minutos, em contra-ataque culminado com remate enrolado de Pamela Lapolla.

A supremacia lusa era traída pela falta de eficiência ofensiva, mas, no minuto seguinte, Sofia Moncóvio, isolada, recuperou a vantagem.

A quatro segundos do fim, Lapolla permitiu a defesa de um penálti e, na recarga, a transalpina atirou ao ferro, gorando-se o empate.

Na quinta-feira, Portugal defronta a Espanha, num embate que definirá os dois primeiros classificados desta fase, seleções que depois se irão defrontar novamente no sábado, na final que opõe os dois primeiros classificados. Nesse mesmo dia, decide-se o terceiro posto da prova, em embate entre os terceiro e quarto classificados desta fase.

A Espanha é recordista com seis títulos -- incluindo os cinco últimos, sendo que, nos derradeiros quatro, Portugal foi finalista -, seguida de Portugal, com três, Itália e Alemanha, com dois, e França, com um cetro.

RBA // VR

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.