A FINA assume que "a decisão não fácil", mas que "não conseguiu ignorar o baixo número de participantes neste evento nos dois últimos Mundiais, bem como os custos que isso acarreta para os comités organizadores locais".

Nos Mundiais de Budapeste, 40 nadadores (25 homens e 15 mulheres) disputaram as provas de 25km.

"A natação de águas abertas continua a progredir e a FINA vai continuar a explorar novas oportunidades para a prova de 25 km. De facto, a FINA está a trabalhar atualmente num novo conceito para as provas longas em águas abertas", refere o organismo.

NFO // NFO

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.