Na tomada de posse, no dia 10 de abril, o novo presidente vitoriano, Júlio Mendes, disse que no início desta semana a direção pagaria parte dos quatro meses de salários em atraso, o que não aconteceu até agora.

Perante mais este adiamento, explicado pela direção no balneário do complexo desportivo antes da hora marcada para o treino (15:30), os jogadores decidiram não subir ao relvado e não treinaram.

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.