O fenómeno, o primeiro deste tipo a causar vítimas mortais em três décadas, ocorreu no início da época turística naquela cidade e deixou um rasto de destruição, com telhados de casas arrancados e árvores derrubadas.

"Uma pessoa morreu", disseram as autoridades provinciais de Zeeland. Um ferido foi levado para o hospital, enquanto oito receberam assistência dos paramédicos no local, acrescentaram.

"Os danos são consideráveis em várias ruas de Zierikzee. Além das telhas e árvores caídas, os telhados de quatro casas foram arrancados", referiram.

A polícia indicou que a vítima mortal era uma turista de 73 anos, oriunda de Wassenaar, uma cidade perto de Haia.

Zierikzee, situada numa das ilhas que constituem a província de Zeeland, tem um porto histórico e uma torre do século XV entre as atrações turísticas.

Os Países Baixos, cujas terras planas se encontram mesmo acima do nível do mar, são muito vulneráveis a eventos climáticos extremos, mas o último tornado a causar vítimas mortais ocorreu em 1992, disse a agência meteorológica holandesa KNMI.

"Vórtices violentos, também conhecidos como tornados, são raros no nosso país", de acordo com o 'site' da KNMI.

EJ // JMC

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.