O comunicado, difundido pelo governo da cidade de Zhuhai, não deu mais informações sobre a causa do desastre, ocorrido em 15 de julho.

A imprensa chinesa informou que um ruído anormal foi ouvido e pedaços de material começaram a colapsar, de um lado do túnel, tendo sido ordenada a evacuação do local enquanto a água corria.

O projeto de construção parecia ter problemas de segurança há algum tempo. Em março passado, dois trabalhadores morreram em outra parte do túnel.

O túnel de Shijingshan é uma secção de uma autoestrada em construção que passa sob um reservatório da cidade

As operações de resgate envolveram mergulhadores, submarinos controlados remotamente e outros equipamentos de alta tecnologia, enquanto os trabalhadores na superfície bombearam a água do túnel.

O trabalho às vezes era dificultado pelos gases de monóxido de carbono das máquinas usadas no túnel como parte da operação.

Zhuhai é uma cidade costeira, situada na foz do delta do Rio das Pérolas, que atravessa um período de rápido desenvolvimento, como parte do projeto Área da Grande Baía.

A iniciativa visa formar uma metrópole de classe mundial, que integrará nove cidades da província de Guangdong com os territórios vizinhos de Hong Kong e Macau.

Zhuhai é também uma das primeiras zonas económicas especiais da China, designadas pelo Partido Comunista Chinês, quando começou a abrir a economia do país há cerca de 40 anos.

JPI // ANP

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.