Parte das vítimas foi atingida em campos agrícolas e outra quando procurou abrigo debaixo de árvores face ao temporal com vento e chuva forte nos distritos de Chimoio, Gondola, Mossurize, Vanduzi e Macate, disse Augusto Alexandre, delegado do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) em Manica. 

Além das mortes, os impactos preliminares incluem destruição de habitações em Gondola e de infraestruturas sociais como a escola secundária de Bengo e um edifício do Conselho Autárquico de Gondola.