Para o chefe do Governo guineense, o número de casos de diarreia e de doenças infeciosas na Guiné-Bissau "não é aceitável" pelo que, assinalou, é necessária uma reflexão e tomar medidas, começando pelas mais simples.

Domingos Simões Pereira fez este apelo durante o lançamento de um livro prático pela Cáritas onde é explicado aos alunos como lavar as mãos corretamente e que medidas de higiene devem ser tomadas no dia-a-dia.

"Apelo às famílias, às crianças, a aplicarem na prática os ensinamentos do livro, porque desta forma estaremos a dar um grande passo no combate às doenças diarreicas e ao vírus do Ébola", enfatizou o primeiro-ministro que assistiu, antes do lançamento do livro, a uma peça de teatro ensaiada por crianças da Escola da Solidariedade.

"As doenças infeciosas que ainda existem no nosso país devem ser combatidas através da educação dos jovens junto das famílias e a lavagem das mãos é um primeiro passo nesse combate", defendeu o primeiro-ministro guineense.

MB // APN

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.