Na conferência de imprensa após o conselho de ministros, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, afirmou que a situação de alerta é prorrogada até às 23:59 do dia 30 de novembro.

Portugal continental está em situação de alerta desde o dia 01 de outubro, que terminava no domingo.

A situação de alerta é o nível de resposta a situações de catástrofe mais baixo previsto na Lei de Bases da Proteção Civil.

A pandemia de covid-19 matou, até hoje, pelo menos 4.969.926 pessoas em todo o mundo desde o final de dezembro de 2019, segundo um balanço realizado pela agência de notícias francesa AFP com base em fontes oficiais.

No total, 244.943.060 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.144 pessoas e foram contabilizados 1.087.245 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

CMP // JMR

Lusa/fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.