"Vamos escutar as explicações e informações do primeiro-ministro" Mateusz Morawiecki, que solicitou a convocação desta reunião, declarou aos 'media' Malgorzata Kidawa-Blonska.

"Fomos alvo de um ciberataque sem precedente contra a Polónia, contra as instituições polacas e os utilizadores de caixas de correio eletrónicas", declarou hoje o porta-voz do Governo Piotr Muller à estação televisiva privada Polsat News.

No decurso da sessão de quarta-feira, Morawiecki pretende apresentar aos deputados documentos secretos relacionados com "a grande amplitude" dos ciberataques, acrescentou.

Na semana passada, Michal Dworczyk, o ministro responsável do programa nacional de vacinação, foi alvo de um ciberataque contra a sua caixa de correio eletrónica privada.

Uma parte dos emails foi de seguida publicada na rede social Telegram.

A amplitude dos ataques "é grande e não se aplica apenas ao ministro Dworczyk, nem apenas aos membros do Governo, nem apenas ao partido PiS [conservadores-nacionalistas no poder], mas a um amplo grupo de pessoas", acrescentou Muller.

Após o ataque, Dworczyk declarou na quinta-feira que "a sintaxe e a linguagem das mensagens, e ainda os metadados dos ficheiros publicados indicam que estes materiais poderão ser preparados e tratados por pessoas russófonas".

Segundo os 'media', a caixa de correio eletrónica de Dworczyk contém documentos oficiais, incluindo alguns secretos, uma informação negada pelo próprio.

Os 'hackers' também tiveram acesso às redes sociais da mulher de Dworczyk.

PCR // FPA

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.