A emenda ao direito de família foi votada a favor por 48 deputados. Com 29 outros contra, a votação teve ainda uma abstenção.

A Eslovénia, resultante da implosão da Jugoslávia, é o primeiro dos Estados europeus com um regime que se reclamava do comunismo a promover esta reforma no leste europeu.

Membro da União Europeia desde 2004, este Estado, com dois milhões de habitantes, junta-se a 17 outros do Velho Continente que já legalizaram este casamento.

RN // RBF

Lusa/fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.