A greve, convocada pelo Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ), decorrerá também na quinta-feira durante o período da tarde (13:30-17:00) nos núcleos judiciais de Coimbra, Funchal e Almada.

De acordo com o sindicato (SOJ), em ambos os períodos de greve estão agendadas centenas de diligências, envolvendo mais de mil intervenientes processuais.

O preenchimento integral de lugares vagos, a abertura de concurso para promoção e acesso a todas as categorias cujos lugares se encontrem vagos, a inclusão no vencimento do suplemento de recuperação processual com efeitos a 01 de janeiro de 2021, a regulamentação da pré-aposentação e do regime específico de aposentação e a apresentação de uma proposta de revisão do Estatuto que dignifique a profissão são as reivindicações deste sindicato, que promete continuar a luta em defesa dos interesses dos oficiais de justiça.

FC // JMR

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.