Esta é uma das recomendações que saíram da 61.ª reunião periódica do "European Working Party on Information Technology Crime" (Grupo de Trabalho Europeu sobre Crime de Tecnologias de Informação) da Interpol, que terminou hoje em Beja.

Durante a reunião, o grupo "analisou a atual situação europeia relativamente ao panorama da criminalidade informática" e dos trabalhos saiu "pelo menos uma recomendação formal acerca da necessidade de salvaguarda de dados de tráfego", sobretudo na Internet, mas também em redes Intranet, "como condição essencial da investigação das diferentes formas da criminalidade informática", disse hoje à Lusa fonte do grupo.

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.