Os suspeitos, seis homens e três mulheres, foram detidos "por crimes alusivos ao porte de armas ilegais, mas não só: um dos homens tinha contra si um mandado de detenção judicial relativo a violência doméstica e também houve detidos no âmbito de ocupações abusivas" de algumas residências municipais do bairro, afirmou André Teixeira.

A operação decorreu dentro do planeado, sem qualquer incidente, acrescentou.

Durante a operação, ocorrida no bairro Alfredo Bensaúde, nos Olivais, foram apreendidas três armas de fogo (uma caçadeira e duas pistolas), vários cartuchos e munições, além de uma quantia de cerca de 20 mil euros em dinheiro e vestuário contrafeito.

Hoje de manhã, a PSP de Lisboa tinha revelado estar a desenvolver uma operação de prevenção criminal visando a apreensão de armas e munições, através do cumprimento de 16 mandados de busca domiciliária e 22 não domiciliária na freguesia dos Olivais, em Lisboa.

A operação surgiu na sequência de várias informações recolhidas pela PSP e ocorrências relacionadas com o uso de armas de fogo registadas naquela zona e contou com várias valências da PSP - desde a investigação criminal, às equipas de Intervenção rápida, Núcleo de Armas e Explosivos e Unidade Especial de Polícia -, além da colaboração do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa e da presença do INEM.

RCS (DD) // VAM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.