Os óbitos dizem respeito a dois doentes, de 76 e 88 anos, com comorbilidades associadas, que faleceram no hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, informa a DRS.

Dos 78 novos casos, sete são importados e os restantes 71 são de transmissão local, de acordo com o boletim epidemiológico diário, que acrescenta que há hoje mais 35 doentes recuperados.

A Madeira passa, assim, a contabilizar 776 casos de covid-19 ativos, dos quais 61 são importados e 715 de transmissão local.

Nos internamentos, a região regista hoje 41 doentes hospitalizados (menos nove em relação a segunda-feira), dos quais três estão na Unidade de Cuidados Intensivos dedicada à covid-19 (mesmo número do dia anterior).

Há também 44 pessoas a cumprir isolamento numa unidade hoteleira dedicada, permanecendo as restantes em alojamento próprio.

"No total, há 250 situações que se encontram hoje em apreciação pelas autoridades de saúde, estando estas relacionadas com viajantes identificados no aeroporto, contactos com casos positivos ou outras situações reportadas à linha SRS24 ou provenientes dos vários postos de testagem", acrescenta a DRS.

Estão ainda a ser acompanhados 467 contactos de casos positivos pelas autoridades de saúde da região e 27.023 viajantes, com recurso à aplicação "Madeira Safe".

A Madeira regista desde o início da pandemia 13.856 casos confirmados de covid-19, 12.975 recuperações e 105 óbitos associados à doença.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A DGS atribui hoje à região 102 novos casos de covid-19, pelo que a Madeira, segundo estas contas, totaliza 14.639 infeções e 96 mortes devido à doença desde março de 2020.

A covid-19 provocou pelo menos 5.206.370 mortes em todo o mundo, entre mais de 261,49 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.441 pessoas e foram contabilizados 1.147.249 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, foi recentemente detetada na África do Sul, tendo sido identificados, até ao momento, 13 casos desta nova estirpe em Portugal.

TFS // MCL

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.