A praça Titina Silá, heroína da luta pela independência do país, cujo 42.º aniversário da morte é hoje assinalado, situa-se no coração de Bissau, frente ao principal liceu do país e por detrás da embaixada de Portugal.

A partir de hoje é possível ali ter acesso a Internet sem fios, num local que passa a ter iluminação, um jardim arranjado e onde se pode contemplar uma estátua.

A praça foi ornamentada, os lancis recuperados e o jardim passa a estar relvado.

Foram colocados 11 bancos em cimento, sete postos de iluminação solar e a estrada foi pavimentada, que se destaca face à maioria das vias de acesso de Bissau.

As casas em redor, bem como a fachada do liceu, foram pintadas.

A obra foi feita com dinheiro mobilizado pela Câmara Municipal de Bissau e os postos de iluminação solar foram disponibilizados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Uma empresa portuguesa forneceu a brita utilizada para a ornamentação da praça.

Adriano Ferreira, presidente da Câmara de Bissau, disse à agência Lusa que a edilidade aposta em recuperar "todos os jardins que existiam" antes da independência do país, mas que se encontram degradados por falta de tratamento.

Depois da praça Titina Silá, a edilidade vai avançar para recuperação do jardim situado junto à sede do Instituto de Meteorologia, seguindo-se a praça Mártires de Pindjiguiti, junto à Radio Nacional e assim sucessivamente, declarou o presidente da instituição.

"Queremos devolver a Bissau o rosto que tinha no passado, começando pelas praças e jardins", disse à Lusa, Vítor Barros, diretor do gabinete do presidente da Câmara.

O Presidente da República, José Mário Vaz, no seu discurso de homenagem à heroína Titina Silá, aproveitou para felicitar o governo e a câmara pelo "passo dado rumo ao progresso" com a inauguração de uma praça com acesso livre à Internet.

MB // EL

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.