De acordo com uma nota de condolências do governo da província do Cuando Cubango a que a Lusa teve hoje acesso, o acidente ocorreu na quarta-feira, por volta das 10:00.

"O governo provincial está profundamente abalado com este horrível acontecimento que retirou da família vidas na flor da idade, facto que pela sua terrível agressão, não são encontradas facilmente palavras adequadas para consolar estas famílias quebrantadas", refere a nota.

As crianças com idades entre os seis e 12 anos, encontraram o projétil de morteiro, provocando a explosão do mesmo quando tentaram abrir o objeto.

As autoridades locais asseguraram que vão prestar todo apoio possível, garantindo de igual modo que "os serviços médicos tudo estão a fazer para que, no mais curto espaço de tempo, a criança com ferimentos esteja em condições de voltar ao convívio familiar sã e salva".

 

NME // PJA

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.