"É o brigadeiro-general Daba Naualna exonerado do cargo de presidente do Tribunal Militar Superior", para o qual tinha sido nomeado em fevereiro de 2018, pode ler-se no decreto.

Num outro decreto, enviado à imprensa, o chefe de Estado guineense nomeia o brigadeiro-general Quintino Quadé presidente do Tribunal Militar Superior.

O brigadeiro-general Quintino Quadé ocupava até ao momento funções de conselheiro do chefe de Estado para a área da defesa nacional.

O Presidente guineense tem feito alterações à liderança de várias estruturas militares após a tentativa de golpe de Estado de 01 de fevereiro, quando um grupo de homens armados atacou o Palácio do Governo enquanto decorria uma reunião do Conselho de Ministro, com a presença do chefe de Estado, do primeiro-ministro e de vários membros do Governo.

Na sequência do ataque, dezenas de pessoas, incluindo militares, foram detidos.

MSE // VM

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.