Segundo o boletim epidemiológico da direção nacional de Saúde Pública, a maior parte dos novos casos foram reportados em Luanda (86), seguido pelas províncias do Cuando-Cubango (24), Moxico (23), Cunene (18), Benguela (04), Malanje (03), Cabinda e Cuanza Sul com dois casos cada e as províncias Huíla, Uíje e Zaire com um caso cada.

Os três óbitos foram registados nas províncias de Benguela, Uíje e Moxico.

Nesse período, os laboratórios processaram 2.019 amostras por RT-PCR, sendo que o cumulativo aponta para 784.152 amostras processadas com uma taxa de positividade de 5,3%.

Angola, que há mais de um ano vive a situação de calamidade pública, totaliza 41.227 casos positivos de covid-19, 5.361 ativos, 34.893 recuperados e 973 óbitos.

DYAS // RBF

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.